quinta-feira, 7 de abril de 2011

ELA DISSE: A força que dobra os dias


'Era uma noite como outra qualquer,
Quando o telefone tocou,
E uma amiga,
Sem medir palavras,
Me contou de você,
Que você casou e estava feliz,
A felicidade que eu sempre quis...

Cheguei a pensar que era tão cedo,
E acabei por descobrir que era tarde demais,
Achei um dia, que não havia fim para o que senti,
Mesmo enquanto via você partir,
Foi sem querer que pensei,
E aquela porta que você bateu,
Eu nunca mais abri.

Passei dias sem saber pra onde ir,
De verdade, escolhia não pensar em você,
Mas seu sorriso invadia meu quarto,
Meus sonhos, minhas tardes...

Até que dobrei os dias em uma luta toda minha,
De tempo em tempo,
Tua própria felicidade, que eu supunha,
Me suspendia,
Foi difícil voltar de onde estive,
Mas não sem tempo me surpreendia,
Com a força que esse ex-amor me trouxe.

Hoje já respiro ares de nostalgia,
Quero estar além disso tudo,
Pois ao me descobrir forte,
Já não me sinto tão vazia...'

3 comentários:

Flora Dutra disse...

Lança a rede para a eternidade e ela faz o resto.

Tatiana Fonseca disse...

aaaaahhh voltou a escrever!!!! meu bem

Eu disse...

Lindo!! Amei...