domingo, 13 de março de 2011

ELA DISSE: Encontrar




Ela sonha,
Ela conta os dias,
Esquece as palavras duras,
E aqueles erros,
E dá uma pista para quem tenta adivinhar seu nome...

Ela se perde entre os carros,
Pelas ruas,
Olha para as placas que não lhe dizem nada,
Finge ir para algum lugar,
No qual não quer estar...

Diz que um dia vai se superar,
Atravessa um mar de gente,
Onde ninguém lhe toca,
Em que ninguém pode lhe escutar,
Palavra nenhuma, nenhum lugar...

Ela encontra a paz no silencio,
Nos dias em que vai além do estar,
Se encontra quando não tenta andar em linha reta,
Se descobre quando menos espera,
No agora,
No ‘nunca’ chegar...

4 comentários:

Gabriela disse...

O poema é bellísimo.. retorno triunfal!! Meu orgulho! Ainda mais com esse pezinho ilustrando!! Rsrs

aquilener disse...

adorei!!!! combina com meu estado de espirito atualmente....bjs

Mony disse...

Nossa, lendo isto dá uma vontade de me encontrar ^^. Muito bom !!!

Sel disse...

... Martins... Que Orgulho!!! Lindo demais....