quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Hibernal e Insone



Tentaria dormir,
Mas tenho medo de pegar no sono,
E sonhar...

Então me mantenho longas horas acordado,
Esperando que se derretam as placas de gelo,
Enquanto aguardo que se dissipe a densa fumaça entre estas quatro paredes...

(quando me deparo entre os lençóis),
Tentaria acordar,
Mas não tenho coragem de abrir os olhos...
Pois nestes termos imperfeitos,
Em que a vida insiste em me adiar (teu corpo),
É o temor da fome que passo,
-->É num ciclo atemporal em que me desencontro.

5 comentários:

O Iluminado disse...

é melhor dormir pra esquecer?
ou gatar todas as nossas energias pra ver o que vai dar?

MUITO BOM! PARABÉNS!

ju peres disse...

uma reflexão rotineira em palavras excepcionais!
meu amigo, tenho orgulho de você!
bjOs
=*

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Deixei um mimo para você no meu blog.

Cristiano Contreiras disse...

Sempre intenso e talentoso, parabéns!

Glayce Santos disse...

Uau! O seu espaço é doce... Está me seguindo, a foto chamou a minha atenção, entrei e flutuei! Isso já aconteceu comigo, medo de dormir...medo de sonhar! Espero nunca mais passar por isso, ter, também, esse tipo de medo tira a minha paz, odeio perder a paz!
Beijos
P.S A frase do seu orkut (proxima do endereço) é lindinha...