quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Amanhã Vai Passar


Teve um dia que foi hoje, mas amanhã vai passar,

Em que me senti tão pequeno,

Em que me senti tão diminuído,

Em que, à noite, tomando banho, senti que deveria abrir as pernas e me segurar nas paredes,

Por medo de escorrer com a água, ralo abaixo...


E senti um peso sobre os ombros enquanto andava,

Como num sonho, em que se tenta correr,

E que mal se sai do lugar,

Tentei pular, mas a gravidade (das coisas) não me deixou sair do chão...


Senti a iminência de tantas câimbras, em cada músculo.

Me senti invertebrado, me senti um bicho úmido e cheio de erupções,

E achei, que de tão aturdido, sentado, olhando pro nada,

Viraria uma estátua, como numa maldição mitológica,

Olhei para olhos pros quais não deveria ter olhado, pensei...


E quando desfiz meus planos, e desfiz tão bem, meus mal traçados planos,

Que chegou a parecer que nunca os tive...

Me enganei com alguém, e pensei que, por mais que as pessoas nos enganem,

Quem engana a si próprio primeiramente, sempre somos nós...


Me senti prisioneiro num dia que foi hoje, mas amanhã vai passar,

Prisioneiro de mim mesmo,

E me arrependi de não ter fugido antes,

E quando estava na rua, tive receio, de estar preso ainda, estando apenas numa cela maior...


E quando olhei pra trás,

Para um lugar qualquer no dia que foi ontem,

Me arrependi, como a dor arrependida de quem sabia que receberia um tapa e não se esquivou,

Como a vergonha da criança que insistiu numa brincadeira boba e caiu...

Eu te avisei ainda alguém vai dizer, enquanto sangra...


Isso ocorreu no dia que foi hoje, mas amanhã vai passar,

Eu bem sei, ainda me lembro da cor daquele poço,

E ainda tenho os dedos esfolados de escalar seu fundo,

Os reflexos de um eco e uma sombra me seguindo,

Sabia que no dia seguinte passaria,

E posso dizer que já me sinto renovado, agora, respirando novos ares nesta meia noite,

E um...


Em: 18/06/08.


4 comentários:

...Natália Monique... disse...

hum...

ouvi a música agora!
quase decorei o refrão!
ha até ritmo nos teus pontos e vírgulas...

beijo meu!

cris_pretto disse...

ÉLINSON

TU É PERFEITO MESMO!!!
NÃO TENHO MAIS NADA A DECLARAR... NAO É POR NADA QUE TROCAMOS TANTOS TEMAS E TANTOS VERSOS MMUITOS MESES ATRÁS... E DE CERTA FORMA MEU DISCO TEVE ALGUMA INFLUÊNCIA TUA TBM.
(mazaaahhhh)
BJO NO TEU CORAÇÃO, TU É TUDIBÃOOOO MEU FILHO!!! ;)

ju peres disse...

bonito e triste como a melancolia....

Srta. Luana disse...

Boa Tarde, moço! Estava passeando pela net, quando encontrei seu blog! Como escreve bem! Tens um talento e tanto com as palavras... Esse texto então, me identifiquei muito com ele, parece ter sido escrito sob encomenda! Parabéns mesmo! Adorei!