quarta-feira, 4 de junho de 2008

Sin...Miedo


Sinto saudades, mas não posso te contar,

Sinto saudades, mas não posso deixar acontecer

De tudo isso vir à tona,

Seja por mim ou por você.


Sinto saudades

E tenho medo

De um dia chegar a não te amar

Até o fim.

Tenho saudades

E sinto medo

De que já não sintas mais o mesmo

Que um dia reservou pra mim.




5 comentários:

Luhh Freitas disse...

Hu! Fazia um tempinho que não passava por aqui!
mas, pra variar, adorei!!
bjokas =*

janice diniz disse...

Muito bom mesmo. Aquela simplicidade tocante de sempre.

Beijos.

ccs disse...

Não sei como vim parar aqui mas gostei de do que li...

Anônimo disse...

Pra variar um pouco, faço tuas as minhas palavras e cada dia mais tenho a certeza de que algo misterioso há...Bjos da tua eterna admiradora

...Natália Monique... disse...

oi...que palavras ma-ra-vi-lho-sas......

gostei...